Secretário Estadual diz que é preciso investir na agricultura familiar do Norte Araguaia

Em visita à São Felix do Araguaia, Luiz Alécio da Sedraf não disse como fará mas afirmou compromisso de fortalecer a agricultura familiar na região

Adaptado por Maíra Ribeiro

O município de São Félix do Araguaia recebeu no dia 08 de março a visita de Luiz Alécio, Secretário de Estado do Desenvolvimento Rural e Agricultura Familiar de Mato Grosso (Sedraf/MT). Durante audiência com o prefeito da cidade, ele afirmou o objetivo da Secretaria de fortalecer a agricultura familiar em São Félix do Araguaia e região e desenvolver estratégias e metodologias que permitam uma ação participativa e articulada entre os parceiros envolvidos e participar do processo de consolidação da Política Nacional e Estadual de Desenvolvimento Sustentável. O Secretário lembrou que mais de 70% dos alimentos que chegam a mesa do brasileiro são oriundos de famílias agricultoras e que há muito potencial a ser trabalhado na região, que nasceu da formação de projetos de assentamentos de reforma agrária.

A reunião aconteceu no gabinete do prefeito municipal José Antonio de Almeida, o Baú, e contou com a presença do Secretário-adjunto de Desenvolvimento Regional da Sedraf, Renaldo Loffi, do Secretário-adjunto de Agricultura Familiar da Sedraf, Juarez Fiel Alves e de representantes da Empresa Matogrossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer/MT), do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de São Félix do Araguaia (STR-SFA), produtores rurais e da sociedade civil.

Na oportunidade, foram colocadas sugestões e ideias para fortalecer o desenvolvimento da agricultura familiar do município e atender a população. Um dos grandes entraves atuais é a dificuldade de aderir a novas políticas públicas e projetos devido ao alto índice de inadimplentes de agricultores familiares no Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf). Quando inadimplente, o agricultor familiar não consegue uma Declaração de Aptidão ao Pronaf  (DAP), utilizada como instrumento de identificação do agricultor familiar para acessar políticas públicas. O programa foi interrompido na região em julho de 2012, para adequações visando regularizar o alto índice de inadimplência entre agricultores familiares que aderiram ao crédito.

Apesar de não anunciarem investimentos específicos para a região, a visita dos representantes do governo estadual foi considerada positiva. “Creio que ganhamos mais uma pessoa de peso para nos ajudar a lutar em prol da agricultura familiar de São Félix do Araguaia” destacou Baú.

Na sequência, o secretário se reuniu com o prefeito de Luciara, Fausto Azambuja, para apresentar o projeto “Horta Familiar para a Comunidade” elaborado pela Prefeitura Municipal de Luciara e discutir as demandas municipais.

Com informações de Agência da Notícia e O Repórter do Araguaia

Imagem: O Repórter do Araguaia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *