Fogo já consumiu 70% do parque Serra Azul e Exército reforça combate a partir de hoje

Uma efetivo considerável do 58º Bimtz do Exército vai reforçar o combate a incêndio florestal que vem destruindo o parque estadual da Serra Azul em Barra do Garças. O incêndio começou na sexta-feira da semana passada e na tarde de quarta-feira atingiu o morro do BNH e se aproxima das cachoeiras do lajedo.

Por Ronaldo Couto (revisado)

Os bombeiros, por terra, tentam evitar a destruição do parque com apoio dos brigadistas. O ambientalista Garrincha disse que é quase que impossível apagar esse incêndio. “Estamos tentando desviá-lo para diminuir a destruição e parte mais habitada da Serra Azul”, explicou.

Segundo Garrincha, faltou planejamento no parque, como fazer mais aceiros e notificar chacareiros e sitiantes do entorno do parque antes do início das queimadas. A informação é que o incêndio começou como ato criminoso de um chacareiro da rodovia MT 100 na encosta do morro na quinta-feira.

Um avião do Corpo de Bombeiros esteve na segunda-feira ajudando no combate ao incêndio. A presença do Exército hoje no parque é mais uma tentativa de conter a queimada que avança em direção ao morro das antenas e cachoeiras da serra.

Infelizmente, a previsão de chuva para região de Barra do Garças é somente a partir de 5 de setembro.

Em levantamento recente feito pela Sema, chegou-se a conclusão que 70% do parque já foi atingido com o incêndio, muitos animais silvestres já foram mortos e outros desceram a serra para áreas habitadas à procura de refúgio.

Fonte: Araguaia Notícia

Revisão do texto: Lilian Brandt/ AXA

Imagem: Araguaia Notícia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *