Serra Nova Dourada perde um dos seus pioneiros fundadores

Por: Telma Aguiar

Faleceu ontem aos 78 anos de idade, o senhor Luiz Barreira de Oliveira, conhecido como seu Lulu. O mais ilustre pioneiro da cidade já estava com a saúde debilitada há alguns anos. Seu Lulu foi uma das pessoas que lutaram pela criação do povoado de Serra Nova e nunca fugiu de nenhuma batalha até conseguir a emancipação política da cidade em 2000.

Casado com a senhora Deuzuite desde 1959, os dois se mudaram do Tocantins para onde hoje é Serra Nova dez anos depois do casamento. Eles tiveram 14 filhos, 36 netos e 16 bisnetos. A maior parte dessas gerações vive em Serra Nova e boa parte dos filhos herdou do pai o interesse pela coisa pública.

Seu Lulu era proprietário de uma área rural e até criava gado, mas foi na política onde ele sempre fora uma liderança. Ainda quando o município de Serra Nova era distrito de São Félix do Araguaia ele exerceu função importante junto a opinião pública na escolha dos seus governantes, mais tarde também quando a cidade passou a distrito de Alto Boa Vista foi sub prefeito do distrito.

A emancipação política de Serra Nova sempre pareceu importante para seu Lulu e ele brigou por ela da forma como pôde, quando enfim conseguiu, também teve sua participação na câmara municipal por dois mandatos.

Mas as histórias sobre um homem guerreiro, quem não presenciou cresceu ouvindo e é desse passado forte que nasceu tanta influência política. Sabe se que ele foi preso e ameaçado de morte quando lutou contra latifundiários da Fazenda Bordolândia em busca de um pedaço de chão para sua família e de seus companheiros.

Seu Lulu e alguns membros da prelazia de São Félix do Araguaia queriam criar um munícipio em terras devolutas, mas a fazenda tinha interesse em fundar ali um retiro. Ele foi algemado a Tadeu Scame de Serra Nova a Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, até para ir ao banheiro os dois tinham que revezar, um ficava do lado de fora com o braço para dentro e vice versa. Mas isso não foi suficiente para fazê-lo parar, eis aí o município de Serra Nova.

Nos últimos anos, mesmo arrastando um corpo magrinho, seu Lulu frequentava a igreja da prelazia rigorosamente como nos tempos de jovem, quando lutou como conselheiro por água encanada, estradas, pontes e um posto de saúde, dentre outros, ainda que modestos. Quando mais jovem seu Lulu também atuou no sindicato dos trabalhadores rurais e nas associações dos moradores.

Édno Bezerra Lima, ao lamentar a morte do amigo, declarou: “ele foi um herói, um baluarte, um forte, criou aqui toda a sua família, teve derrotas e tropeços, mas ninguém pode negar que foi muito competente e sempre se doou por esse município”.

O enterro será hoje às 15:00 no cemitério da cidade de Serra Nova Dourada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *