Arquivo da Tag: Reforma Agrária

NOTA PÚBLICA: Quem vai deter a violência contra as comunidades camponesas?

A Coordenação Executiva Nacional da Comissão Pastoral da Terra (CPT) divulga Nota Pública sobre os diversos conflitos recentes no campo. Em dois dias três pessoas foram mortas, inúmeras ficaram feridas, lideranças foram presas, mandantes de crimes absolvidos e diversas comunidades a mercê de despejos e violências do Estado, do latifúndio e da Justiça. Confira o Continue lendo…

Balanço da questão agrária no Brasil em 2015

Confira o balanço do ano de 2015 sobre a Questão Agrária brasileira. Fonte e imagem: CPT – Comissão Pastoral da Terra O ano de 2015 foi marcado pelo desmonte de órgãos do Governo e por cortes de recursos públicos para a Reforma Agrária e demarcação de territórios quilombolas e indígenas. A aliança do Estado brasileiro Continue lendo…

Trabalhadores sem terra do Mato Grosso sofrem despejo e ainda enfrentam truculência por parte da Polícia Militar

Cerca de 367 famílias mato-grossenses, que ocupavam uma área da antiga Fazenda Gleba Pombal, localizada entre os municípios São Pedro da Cipa, Jaciara, Jucimeire e Dom Aquino, sofreram mais uma ação de despejo, a partir de uma decisão expedida pela justiça agrária do Mato Grosso. Há mais de dois anos na área, os ocupantes, que Continue lendo…

Nota da CPT: Balanço da Reforma Agrária 2014 e do primeiro mandato da Presidenta Dilma Rousseff

A Comissão Pastoral da Terra – Regional Nordeste II divulga o balanço da Reforma Agrária do ano de 2014 e do primeiro mandato da Presidenta Dilma Rousseff. Confira a análise na íntegra: No último ano do primeiro mandato, Dilma Rousseff deixa sua marca na questão agrária: foi a presidenta que menos desapropriou terras e assentou Continue lendo…

MST pede que PF também investigue terras griladas pelo rei da soja, no Mato Grosso

Uma operação da Polícia Federal revelou que um grupo criminoso, composto por grandes fazendeiros, grilaram diversas terras públicas pertencentes a áreas de assentamento no Mato Grosso, que, juntas, valem R$ 1 bilhão. Por Direção Estadual MST-MT O esquema dos latifundiários mostra a grande força do agronegócio no estado, que se vale de tudo para obter mais terras para Continue lendo…

Despejo na fazenda do senador Eunício de Oliveira é suspenso pela Justiça

  O Tribunal de Justiça de Goiás (TJ-GO) suspendeu a liminar que autorizava a reintegração de posse da Agropecuária Santa Mônica, localizada entre os municípios de Alexânia, Corumbá e Abadiânia (GO). Com esta decisão, as 2,5 mil famílias do acampamento Dom Tomás Balduíno ganharam o direito de permanecer na área, cuja propriedade está em nome Continue lendo…

Moradores do Projeto Assentamento Bridão cansaram da morosidade do Incra

Após a ocupação da sede do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) no município de Confresa – MT, pelos moradores do Projeto Assentamento Bridão Brasileiro, o executor do Incra aceitou reunião com os moradores e se comprometeu em executar ações previstas em ata. Por Dandara Morais Entre as quais se destacam: 1) O Continue lendo…

Ocupação em Goiás é batizada com o nome de Dom Tomás Balduino

As famílias Sem Terra denunciaram a expulsão de suas terras para que as mesmas fossem integradas ao complexo Santa Mônica. A ocupação da Agropecuária Santa Mônica entra em seu terceiro dia com mais de 3.000 famílias Sem Terras já organizadas em barracos e pequenas cozinhas. O acampamento foi batizado com o nome de Dom Tomás Continue lendo…

NOTA PÚBLICA – CPT denuncia e repudia onda de violência no campo

A diretoria e a coordenação executiva nacional da CPT divulgam Nota Pública onde denunciam e repudiam a onda de violência no campo, intensificada nos meses de julho e agosto desse ano. Além das 4 mortes na última semana, no mês de julho, em apenas 20 dias, a CPT registrou 7 assassinatos. De acordo com informações Continue lendo…

Conflito de terras gera mais uma morte no campo mato-grossense

Liderança de assentamento é executada a mando de fazendeiro no norte de Mato Grosso Editado e adaptado por Maíra Ribeiro Lúcia do Nascimento, ex-presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de União do Sul foi assassinada no inicio da tarde desta quarta-feira (13). Maria Lúcia do Nascimento tinha 48 anos e liderava os trabalhadores sem-terra em Continue lendo…