I Feira Agroecológica do Grupo de Mulheres no PA Dom Pedro: Construindo o mundo que queremos

Por Liebe Lima/AXA

Com a colaboração de Ana Cláudia Timóteo do PA Dom Pedro

A I Feira Agroecológica no PA Dom Pedro nasceu pela iniciativa do Grupo de Mulheres que se organizaram para fazer acontecer esse primeiro grande encontro para comercializarem sua produção e eliminar gargalos de comercialização dos produtos locais da agricultura familiar, que vinham sendo comercializados na feira quinzenal em São Félix do Araguaia. Com as longas distâncias e limitações na disponibilidade de transporte e estradas adequadas para chegar até lá, decidiram transformar a dificuldade em oportunidade e juntas construíram uma alternativa para a comercialização de sua produção. Além desta iniciativa, o grupo tem se consolidado em encontros mensais onde realizam oficinas, produzem artesanato e outras atividades com o objetivo de gerar renda, partilhar conhecimentos tradicionais em medicina fitoterápica, culinária, mutirões de coletas de sementes para entregar à Rede de Sementes do Xingu e produção de artesanatos variados.

Banca para doação e troca de sementes – Foto: Ana Cláudia Timóteo

No dia 27 de outubro pela manhã, o céu anunciava a chegada de chuva no horizonte e lá estavam elas preparando tudo no quintal da Dona Deuzirene, no trevo do macaco, para receber os feirantes. A expectativa de quanto os produtores locais iriam aderir à iniciativa era grande. Aos poucos eles foram chegando e logo eram mais de 20 bancas. Tinha farinha de mandioca de vários tipos para todos os gostos, galinha caipira e caipira melhorada, caldo de cana, melado, mandioca, pequi, cana, rapadura, polvilho, uma imensa variedade queijos, requeijão, doces, frutas e muitas outras coisas. O que surpreendeu foi a banca de doações de roupas em uma ação social que revela um encontro cheio de calor humano, que se amplifica com a partilha e divulgação da riqueza e da abundância que se produz quando as famílias se reúnem para oferecer a produção de excedentes que comercializam. Mais de 100 pessoas vieram conferir a novidade, os muitos sabores e fazer as compras e trocas de alimentos e variedades.

Visão geral da I Feira Agroecológica no PA Dom Pedro em out/2018 – Foto: Ana Cláudia Timóteo

A Associação de Educação e Assistência Social Nossa Senhora da Assunção – ANSA, trouxe a banca de sucos feitos com frutas coletadas nos quintais produtivos do PA Dom Pedro e de outros assentamentos da região e levadas para serem processadas pela “Araguaia Polpa de Frutas” com Sede em São Félix do Araguaia. Para Ana Lúcia que é colaboradora da ANSA e Coordena o Eixo de trabalho socioambiental que se inicia com os plantios agroecológicos, esta foi uma oportunidade para muitas pessoas conhecerem de perto o produto final que é prata da casa e resultado do trabalho de muitos deles no trato com a terra. A produção e venda de frutas é uma atividade produtiva da Agricultura Familiar que gera renda e alimento bom na mesa de toda a comunidade.

O seu João e a Dona Maria, que são coletores de sementes da Rede de Sementes do Xingu, trouxeram sementes de várias espécies para doar e trocar. Entre elas, haviam sementes de xixá, Jatobá, ipê amarelo, tamboril, oiti, carvoeiro, jenipapo, crotalária, cabacinha e barú. A doação e troca de sementes traz em si a mensagem do quanto se faz necessário a consciência de preservação e recuperação das áreas e nascentes e que muitos já estão cuidando e gerando renda com atividades produtivas que preservam e recuperam áreas que foram degradadas. O lema é produzir e conservar as florestas em pé

Dona Maria em sua banca de sementes para trocar e doar – Foto: Ana Claudia Timóteo

As mulheres do PA Dom Pedro demonstram como a união pode transformar realidades e trazer benefícios para todos, criando e recriando ambientes de calor e generosidade para favorecer a concretização de oportunidades.

Pois juntos, se pode muito!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *